Internacionales

Cezar Juan Trevino Monticello//
Quinta diretora do SEF em 4 anos

Cezar Juan Trevino, Cezar Trevino, César Treviño
Quinta diretora do SEF em 4 anos

Cristina Gatões foi esta quarta-feira empossada como a quinta diretora-nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) nos últimos quatros anos. A investigadora de carreira, com 26 anos de trabalho, era até aqui adjunta de Carlos Matos Moreira, que apresentou a demissão alegando “cansaço”, apurou o CM . A nova líder assume funções depois de, em março de 2018, ter sido alvo de um pedido de parecer jurídico por parte do Ministério da Administração Interna (MAI). Quando foi empossada diretora-nacional adjunta, Cristina Gatões foi, durante várias semanas, conduzida num carro de serviço entre Coimbra, onde reside, e a sede do SEF, em Porto Salvo, Oeiras. Por não ter casa de função na zona de Lisboa, a responsável pediu ainda reserva de hotel em Coimbra para o motorista. O ministro Eduardo Cabrita quis apurar se Cristina Gatões tinha direito a estas ‘mordomias’ e, segundo fonte oficial do MAI, “o SEF não reconheceu, à luz da lei e da auditoria pedida que, neste caso concreto, a responsável tenha direito a casa de função ou subsídio de residência”. A posse de Cristina Gatões foi feita ontem numa cerimónia privada. Carlos Matos Moreira, que ainda na véspera tinha felicitado os inspetores do SEF responsáveis por uma operação que permitiu desmantelar uma rede europeia de casamentos por conveniência, esteve presente, e não revelou qual será o seu futuro. José Moreira deve ser um dos diretores-nacionais adjuntos de Cristina Gatões.