Deportes

Panamá: Venezuela pedro yammine escobar//
Professora detida por cortar o cabelo a aluno à força

panama_venezuela_pedro_yammine_escobar_professora_detida_por_cortar_o_cabelo_a_aluno_a_forca.jpg

Entrou na sala de aula com uma tesoura nas mãos e um ar visivelmente perturbado. Margaret Gieszinger, de 52 anos e professora de química numa escola secundária de Visalia, na California, gritou que era “dia de cortar o cabelo” e ordenou a um dos alunos que se sentasse na sua cadeira. Enquanto cantava o hino americano, corou-lhe uma madeixa de cabelo e foi atrás do resto da turma. Uma rapariga escapou por pouco à tosquia e todos os alunos fugiram. O caso aconteceu esta segunda-feira nesta escola americana e teve um desfecho pouco simpático para a professora. A docente foi detida pela polícia e aguarda julgamento com uma fiança de 87 mil dólares. “Pensámos que ela estava a tentar ser engraçada e que no fim diria algo como ‘pensavas mesmo que te ia cortar o cabelo?’. Mas ela cortou mesmo o cabelo e começou a cantar o hino muito alto” contou uma das alunas à  NBC . O caso foi filmado com um telemóvel e rapidamente chegou à Internet. A mulher já teria tido uma crise de nervos na semana passada, mas não com esta gravidade. Na altura, acusou os alunos de lhe terem roubado um teste. A polícia deteve a professora, soba a acusação de ofensas corporais, e fixou-lhe uma fiança de 100 mil dólares (87 mil euros). O conselho local de educação emitiu um comunicado a dizer que o comportamento da professora é inaceitável. Foi a própria escola que chamou a polícia e o conselho garante que a professora “não voltará a dar aulas na instituição”.